8
Jun
2017
0

Todos os detalhes do meu Disney Cruise!

Cheguei à conclusão que a melhor maneira de falar sobre a minha experiência com a Disney Cruise Line seria através de um diário de bordo. São tantos detalhes e fotos, que não tinha como contar toda a história de uma forma diferente. Tem que ser na ordem dos acontecimentos, para que vocês entendam cada pormenor e tomem a decisão mais adequada para vocês e a família.

Fui convidada para conhecer o Disney Fantasy, um dos navios da frota da Disney, que tem como itinerário o leste, oeste ou sul do Caribe, entre sete a dez dias. Este, no entanto, estava fazendo uma viagem inaugural de três dias, logo após ter passado por uma remodelação: a área de lazer infantil ganhou novos entretenimentos com a chegada do “Star Wars Command Post” e a “Super Hero Academy”; O espaço para compras ficou mais chic com a vinda da legendária loja de joias Tiffany & Co – a primeira em um Disney Cruise – e no quesito comida, uma sorveteria bem charmosa com inúmeras opções de doces, a “Sweet On You”.

No topo do navio

Antes que eu distripe todas as minúcias deste cruzeiro, já aviso aos navegantes, que se vocês ainda não participaram de um, ou está faltando um cabelinho de sapo para tal, o problema está resolvido com minha simples frase: vocês não sabem o que estão perdendo! E olhem que não tenho boas lembranças do meu primeiro cruzeiro, o qual devo ressaltar, não foi Disney!

Era daquelas que dizia: “não vou aguentar tantos dias presa assim!”, “não tem nada para fazer!”, ou a clássica “vou morrer dentro daquilo.” (risos). Se alguém aí se identificou com estas frases, pode acreditar que mudei de opinião radicalmente, depois da minha experiência no Disney Fantasy. Eu queria mais dias! Não consegui fazer tudo que tinha para fazer! E se morresse ali dentro, morreria feliz! Foram dias de muita diversão, descanso dormindo no embalo do oceano e tratamento VIP Disney.

A escolha do seu cruzeiro vai depender dos locais que vocês querem visitar, da quantidade de dias e do orçamento. Há cruzeiros de 3, 4, 5 e mais dias, saindo de portos diferentes. Port Canaveral e Miami, são exemplos. Aconselho o de 3 dias, que inclui a Castaway Cay, ilha particular da Disney, e Nassau, para os marinheiros de primeira viagem. Já o de 7 dias, para aqueles que querem conhecer diversas ilhas do Caribe, além da Castaway Cay.

Castaway Cay – ilha particular da Disney

Quanto ao orçamento, especialmente com o dólar disparando a torto e a direito, selecionem o que é de mais importante para todos que participarão da viagem, isto é, quarto, itinerário, ou quantidade de dias. Para a gente aqui em casa, independente de onde estamos indo, pensamos no quarto. Vocês podem dizer mil vezes que ninguém curte, que passa o dia fora, etc, etc, mas, pelo menos para mim, a doida da claustrofobia, o quarto tem que ter varanda. Sou dessas que gosta de usufruir do quarto, seja ele em terra ou alto-mar e ter uma terracinho do lado de fora da sua “casa” é ter visão permanente do mar, sem contar com a canção de ninar das ondas batendo na proa. Uma delícia sem fim!  Devo salientar que a porta da varanda só ficava aberta quando estávamos lá fora. Biel não arredava o pé de perto da gente e foi bastante recomendado para isso. Se seu filho (a) é daquele tipo afoito, repensem, por gentileza!

Antes do dia do embarque, recebemos um livrinho com questionários (Documentation Packet), etiquetas para malas e o horário do jantar, previamente escolhido por nós. Há o de 18:15hr e outro de 20:15hr. Escolhi o segundo horário, porque preferi dar um lanchinho para o Biel antes do show no teatro, ver o show do teatro às 18:15hr e jantar depois.

Documentation packet

Deixem todos esses formulários preenchidos antes, para que no dia da viagem vocês cheguem no porto de escolha sem aperreios e com antecedência. As etiquetas, já com nossos nomes, podem ser colocadas nas malas, a fim de serem entregues antes do check in. Levem uma muda de roupa para cada um, em uma sacola a tiracolo. Vocês farão uso delas, no caso das malas demorarem para chegar no quarto.

Etiquetas com nome nas malas

Nosso navio saiu de Port Canaveral. Como moro em Orlando, fui para lá no mesmo dia. No entanto, para quem vem do Brasil há hotéis na região, bem como, estacionamentos para carros alugados/próprios, ou serviços de ônibus Disney por um custo adicional.

Chegando no porto, direcione-se para o estacionamento. Antes de estacionar, vocês vão ver os locais para entregar as malas, que como falei acima, já devem estar devidamente etiquetadas. Do prédio de estacionamento já pegamos o caminho que chega ao terminal do Disney Cruise Line.

O terminal é conectado com o navio. Da entrada já avistamos um portão em forma de Mickey, no final desse grande “salão”. À esquerda ficam os guichês de imigração. No meio, personagens para tirar fotos e, logo adiante, à direita, o lugar onde matriculamos nossas crianças nas atividades infantis.

Terminal Disney Cruise Line – cortesia internet

Terminados com passaportes, entrega de formulários, assinaturas e fotos, recebemos nossas chaves, em forma de cartão. Nos dirigimos, então, para matricular Biel no Oceaneer Club (clubinho), o qual recebeu uma pulseirinha, parecida com a magic band, que é colocada no braço para permanecer até o final da viagem. Fotos da criança e dos pais são conectadas à pulseira, de modo que quando ela chega para entrar clubinho, as tais fotos aparecem na tela do computador e, só depois dos supervisores checarem quem é quem, a entrada é permitida.

A partir daqui, vocês também já podem baixar o aplicativo do DCL (Disney Cruise Line). Através dele, você e sua família podem se comunicar por textos, sem precisar comprar pacotes de internet. Isso se vocês quiserem e puderem se desconectar do resto do mundo. Caso contrário, há um pacote de $39 com 300MB que suporta algumas mensagens do tipo: “Tá tudo bem por aqui, mãe, e aí?” Cuidado com filmes, Instastories e snaps. Eles vão devorar seus megabytes ligeirinho. O aplicativo também permite que os cast members enviem mensagens para dizer que seu filho quer sair do clubinho, ou que sua reserva está feita para determinado tratamento no spa, ou qualquer atividade pertinente a seu grupo.

Caso vocês tenham algum probleminha em baixar o app, não se preocupem, pois há solução e aconteceu comigo. Não sei porque cargas d’água meu telefone não estava cooperando e não baixava nada nem com a gota serena. Antes de eu fazer uma arte com ele (leia-se lascar ele na parede), afinal estava eu indo relaxar a mente (risos), fui orientada a usar um telefone interno, que fica no quarto. Podemos sair com ele e ficar recebendo informações. Usei quando estava no Palo e liguei para o clubinho para falar com Biel. Minha única recomendação é: cuidem dos telefones como se fossem de vocês. Se perderem, uma multa será cobrada.

Pronto! Passaportes conferidos, matrícula feita e app do DCL no telefone, vocês vão poder entrar no navio e aproveitar um pouco da piscina, antes da chamada obrigatória para aprendizado sobre segurança e onde ir em casos de emergência, a qual acontece por volta das 16h. Fiquem tranquilos quanto a isso, pois não tem no mundo quem perca esse momento. Os chamados são altos e claros e o burburinho de pessoas indo para o andar onde são passadas todas as intruções é bem nítido. É só seguir o fluxo. E outra, tem bastante cast member que fala Português.

Salão principal de entrada

Cadeira da Cinderella para tirar fotos

Vocês já podem até ir com roupa de banho por baixo, ir ao quarto deixar sacolas e apetrechos – brinquedos no meu caso – e começar a curtir o navio. Confesso que fiquei mais tempo por lá batendo fotos, admirando tudo que tinha, desde xampuzinhos, Mickeys por todos os lados e, claro, nosso primeiro presente de boas vindas, devorado onde? Na varanda! (risos).

Recadinho da princesa Ariel

Xampus, creminhos e gel calmante para queimadura de com (azul)

Nosso quarto!

Presente de boas vindas

Devorado na varanda!

Chequei também o Navigator, um roteiro deixado no quarto todos os dias. Ele é extremamente importante, pois explicam que horas os shows começam, horários do cinema e onde encontrar personagens, seja a bordo, ou na ilha.

Escolhemos o restaurante Enchanted Garden para almoçar. Como o nome mesmo diz, parece que estamos em um jardim da fada Sininho, ou para os mais modernos, Tinker Bell. Gostei muito do salmão e das empanadas de carne. Todos os dois ítens estão no cardápio como appetizer (entrada).

Enchanted Garden

Enchanted Garden

Antes de chegar nesse restaurante, há uma mini galeria de artes expostas à venda. Vale a pena dar uma olhadinha!

Mini galeria de artes

Como ainda tínhamos tempo antes da orientação de segurança, levamos Biel para área da piscina, um dos últimos andares do navio. Biel se divertiu como nunca no escorregador. Às 18:15 assistimos o Wishes, show no teatro, muito parecido com os shows que acontecem nos parques. Eu e meu marido gostaríamos de ter ido nos três dias, mas Biel, com 5 anos, não conseguiu ficar parado por muito tempo.

Há outras atividades, no entanto, como cineminha, jogos, ou destrinchar o navio de cabo a rabo. Como o show acabou às 19hr, conseguimos dar uma voltinha, descobrimos uma pista de corrida para os Forrest Gumps da vida (risos), tirei foto com a primeira-dama e fomos para o primeiro restaurante da noite, o Animator’s Palate. Lugar lindo, que tem como tema pintura, artes e, naquela noite, uma homenagem ao Nemo e seus amigos.

Primeira-dama… eu não, a Minnie.

O atendimento dos cast members é impecável! Nunca estive em um restaurante que oferecessem para cortar a comida do meu filho, por exemplo. O Freddy foi uma das mais doces criaturas que já conheci. Tive a bênção de tê-lo, juntamente com Tahsin, perto de nós todos os dias. Os dois foram responsáveis por nossa mesa em todos os jantares e último café da manhã. Eles sabiam o que nós gostávamos, o que Biel queria beber e, nesta noite no Animator’s, Freddy pediu um creme brulée de outro restaurante, só para me deixar feliz!

Biel e sua tartaruga

Benjamin, nosso cast member responsável pelo quarto, também nos atendeu muito bem! Tudo estava sempre limpo e tínhamos turn down service, aquele serviço em que seu quarto fica um brinco antes de dormir, com direito a chocolates, animais feitos com toalhas e mais presentinhos.

Macaco esperando por nós

Estávamos prontos para descansar, pois na manhã seguinte iria fazer um tour pela Tiffany & Co, Oceaneer Club e Sweet on You, antes de ir engilhar na ilha.

Dormi como uma pedra!

Tomei café da manhã onde? Na varanda – bicha enxirida – deixei meus meninos dormindo e parti para conhecer o navio com mais afinco.

Dica: você pode pedir seu café da manhã no quarto todos os dias, com exceção do último. Preencha um papel próprio para isso, deixado na gaveta do móvel da televisão, e pendure na maçaneta do seu quarto. Nele, você diz o que quer comer, beber e o horário que você deseja que a refeição seja servida.

Café da manhã no quarto

Primeiro uma aula com o time de relações públicas da Disney sobre o Oceaneer Club e suas novas aquisições. Embora tenha considerado essas áreas para crianças maiores, foi legal ver o BB8 no “Star Wars Command Post”. Nessa área há um simulador de vôo e ensinamentos sobre mágica para a usar a “força”. Na “Super Heroes Academy” há estações de iPads e vídeo games.

Oceaneer Club

BB8

Simulador de vôo

Em seguida, fomos dar uma voltinha na sofisticada Tiffany & Co. Esta embrulhada em azul turquesa com o toque Disney. Para vocês terem uma ideia, há uma caixinha de correios no meio da loja com o simples intuito de receber nossos pedidos. Os cast members, então, encarregam-se do destino deles, que é o ouvido dos maridos! (risos). A boutique toda tem ambiência clássica com fotos da cidade de Nova York, cidade onde foi fundada, e joias de várias coleções, inclusive para noivado.

Tiffany & Co

Caixinha de correio mágica

Terminamos na Sweet On You, uma sorveteria com guloseimas para dar e vender. Na realidade, só vender! Fiquem doidos com os potinhos de sorvete de saia de Minnie e se esbaldem com 5 bolas do lado do casal mais querido do reino mágico.

Casal querido!

Potinhos de sorvete

Doces e mais doces

Já estava com fome por essas alturas e aí fui conhecer o Cabanas, restaurante no topo do navio que serve café da manhã, almoço e jantar no estilo buffet. Aproveitei para tomar um capuccino do Mickey, comer waffles do Mickey, com vista para ilha de quem? Do Mickey!

Cappuccino do Mickey

Aproveitamos tanto… que mar delicioso! Brincamos em família, descansamos nas boias e renovamos o bronze. A comida na ilha é hamburgers, pizzas, muitas frutas e bebidinhas. O sorvete é à vontade!

Cheguei, Castaway Cay!

Esculturas que imitam os quatro presidentes em Mount Rushmore

Meus meninos!

Frutas à vontade

Piña Colada

O dia passou como num passe de mágica. Também, o que eu poderia querer mais, quando se trata de Disney?! Voltamos para o navio antes do horário obrigatório de 16:30hr. Chegando no quarto, bandanas do Mickey pirata estavam na cama. Um convite para irmos para festa do pirata, na área da piscina. Antes, assistimos um filme com Biel no quarto, o que foi ótimo, porque ele deu um bom cochilo. Peguei o jantar dele no Flo’s Cafe, local de lanches mais rápidos, fomos na festa do pirata, onde Biel ficou super empolgado – não era só Biel não. Tem famílias e famílias vestidas a rigor! – e quando a festa com personagens terminou, fomos até o clubinho com ele.

Tínhamos jantar no Palo, restaurante italiano só para adultos, no topo do navio. Alexa, nossa cast member, me ensinou bastante sobre vinagres balsâmicos, queijos, e a beleza de Veneza, cidade que inspira o Palo. Quadros e colunas peculiares da região estão espalhados pelo ambiente. Mas o que me deixou inebriada mesmo, foi a vista para aquele marzão de meu Deus! Os pratos que escolhi estavam maravilhosos, principalmente, o antipasto, a salada Caprese e o soufflé com sorvete de baunilha.

Antipasto

Salada Caprese

Soufflé com sorvete de baunilha

Foi uma noite muito agradável e recomendo a experiência para casal em lua de mel, ou, mesmo, para o casal que está com a família toda. Aqui usei aquele telefone do quarto, que mencionei no começo do diário, para falar com Biel e saber como ele estava se sentindo. Eu sei, eu sei… coisa de mãe!

Já era tarde e fomos nos aquietar. Vocês sabem que com criança é assim mesmo. A gente não tem muita vez, não. No entanto, se vocês estiverem sozinhos ou com crianças mais velhas, que tal um karaokê, ou ver o show de fogos? Há diversas atividades que vocês podem escolher no navigator. Inclusive, durante o dia, há o Bibbidi Bobbidi para as meninas se arrumarem como princesas e tira muitas fotos com elas. Várias delas aparecem no navio!

Bibbidi Bobbidi Boutique

Princesas esperando para tirar fotos

Cadeira da Cinderella para tirar fotos

Dormi como uma pedra 2! Aliás, dormimos! Tomamos café no Cabanas e descemos para Castaway Cay novamente. Lembrem que o itinerário não é esse. Desta vez , o navio parou duas vezes na ilha, porque estávamos na viagem inaugural do Fantasy.

Como bons desbravadores, fomos conhecer o outro lado dela e adoramos! Tinha escorregador, barzinho e cadeiras em locais mais sossegados. Morfei até dizer chega, enquanto olhava Biel brincar de castelinho de areia do meu lado.

Também gosto de abraços quentinhos, Olaf!

Meu pequerruxo!

Vista do bar

Escorregadores preferido do Biel

Margarida e sua roupinha de praia

Voltamos para o navio! Conheci o Senses Spa. Antes de chegar nele, uma piscina só para adultos. Dentro dele, bar de sucos detox, cadeira anatômicas para descanso, fazer unhas e usar jacuzzi com vista para o mar! Estava nos céus! Ou bem pertinho!

Aqui conheci Filipa, cast member de Portugal, atenciosíssima. Se você estiver lendo, Fi, saiba que não esqueço das suas dicas portuguesas!

Entrada para saunas e chuveiradas tropicais

Quem não queria ficar numa jacuzzi com uma vista dessas?

Não exagerei na dose, pois os meninos me esperavam na piscina. Brincamos no Aquaduck, um tobogã transparente, que circunda todo o navio, com uma alça que estende-se para fora dele. Obviamente nada radical, pois vocês já estão carecas de saber que não piso em coisas alucinantes (risos). Enquanto a fila diminuía, assistíamos Rapunzel no cinema da piscina do andar inferior. Acabei aprendendo que ali era um lugar facinho para ver personagens. Pluto e Pateta passaram por lá, assim como quem não queria nada! A gente amou, claro! Ou seria melhor dizer, eu amei?! Hahaha.

Aqua Duck

Rapunzel em alto-mar

Goofy

Coisa fofa!

O jantar da noite foi no Royal Court, o qual homenageia as princesas da Disney. Toda a decoração tem a ver com elas. As louças tem coroas, as cadeiras sapatinhos e a cestinha de servir pão é uma carruagem. Adorei a sopa de cebola com queijo, conhecida por “French Onion”.

O clima já era de despedida. Iríamos embora na manhã seguinte, mas Freddy falou que podíamos tomar nosso café da manhã no Royal Court novamente. Um prêmio de consolo… que ganhou pozinho pirlimpimpim quando cheguei no quarto.

Sopa de cebola com queijo

Simplesmente uma sacola azul turquesa dos sonhos já brilhava no escuro (risos). Dessa vez não foi o maridão, mas a própria Tiffany & Co. Fiz vídeo e não postei por conta da internet. Também não abri com medo de quebrar, pois algo me dizia que era uma louça. Estava certa! Ganhei um porta-joia lindo de porcelana com ícones da cidade de Nova York, que tanto amo, pintado por todos os lados. Um mimo Tiffany + Disney entregue exatamanete na última noite, para me deixar mais saudosa ainda!

Meu presente Tiffanny + Disney

Estava hipnotizada pela magia, mas tínhamos que arrumar as malas e deixá-las prontas do lado de fora da cabine até às 22:30hr. Benjamin deixou umas etiquetinhas do Tico e Teco para que colocássemos nelas. Essas etiquetas facilitam encontrar as malas no desembarque.

Tag do Tico e Teco para colocar nas malas

Ainda desci para visitar as lojinhas e todos os ítens Disney Cruise que só vendem lá. Reparem nas canecas e na mala!

Caneca 1

Caneca 2

Malas e toalhas exclusiva DCL

Dormimos como uma pedra triste!

Descemos para o lobby com nossas bagagens de mão. As canções da Disney truando nos ouvidos e o marido dispara: — É para fazer chorar? Para vocês verem, que até os mais firmes corações masculinos sucumbem à magia Disney.

Escolhemos nossas fotos, tiradas no decorrer da viagem – quem não as compra, que atire a primeira pedra – e fomos rever Freddy, Tahsin no Royal Court.

Vista do Royal Court

Louça toda de sapatinhos

Antes de desembarcar assistimos Guardiões da Galáxia 2. 

Aqui terminou nossa aventura no Disney Fantasy. Três corações lotados de lembranças e três cérebros dizendo: já está bom de planejar outro cruzeiro. Os pés mal encostaram em terra firme e já estávamos a decidir entre 7 dias no Caribe ou Alaska! Ou, quem sabe um todo ano…

Só sei que fomos mesmos conquistados pelo besourinho Disney Cruise e não há repelente para ele, graças a Deus!

*Preços devem ser cotados com sua agência de preferência. No entanto, tenho contatos de local com desconto. Me escrevam no cosmopolitando@gmail.com caso tenham interesse.

Detalhes

 

You may also like

Um dia no cruzeiro da Disney

Leave a Reply